Feeds:
Posts
Comentários

Estou de volta querendo mostrar o que ninguém mais mostrou no mundo das Makes (jura!) Hehehe

Tem muito blog falando de maquiagem, muitos vídeos ensinando a fazermos verdadeiras perfeições em casa, mas nem sempre é simples assim. O primeiro video de maquiagem que vi na net ensinava a fazer uma make pra dança do ventre, fiquei encantada por ela, mas… eu não tinha metade das coisas pra a Jana usou nela e ainda hoje namoro com aquele olho.

Mas todo começo precisa de um começo e não é porque você não tem uma paleta de 120 cores, kit com 50 pigmentos e todos os tons de blush que não pode sair bem maquiada, mas para isso irá precisar do básico (estou começando a achar que o meu “básico” não foi tão básico assim).

Dá pra fazer uma maquiagem legal com:

  • Sombra preta e branca
  • Lápis de olho
  • Blush
  • Batom

Mas para a maquiagem começar a ser um pouquinho mais elaborada você vai precisar:

          1. Preparar a pele

Limpe sua pele, tonifique-a para mais tarde as pessoas não pensarem que você tem 10 anos a mais do que o que vc realmente tem, quando não está maquiada.

Procure utilizar algo como um gel de limpeza, um tonicicante e um demaquilante.

Prepare a pele com base, corretivo e pó. Tenha muito cuidado na hora de escolhe-los. Você não vai querer ficar parecendo uma gueixa com o rosto mais claro do que o restante do corpo. Quando for comprar estes produtos vá com calma e teste-os no próprio rosto. Dê preferência às bases livres de óleo.

           2. Preparada a pele vamos aos olhos.

É bom que você tenha:

  • Uma base para ajudar na fixação da sombra.
  • Sombra branca
  • Sombra preta pra marcar o côncavo
  • Lápois de olho
  • Máscara para cílos

Pensei na sombra branca por ser uma cor que vai bem com qualquer ocasião, mas pode ser de qualquer outra cor.

Com o lápis de olho você pode fazer o delineado, marcar a linha d’água e até mesmo substitur a sombra preta para marcar o côncavo, fazer um smokey eyes.

           3. Rosto e boca

Não é preciso dizer que para boca e rosto vamos precisar e um batom ou  gloss e um blush. Mas é preciso lembrar que ficar com a cara do palhaço do “Jogos Mortais” não é legal!!! Vamos maneirar no blush meninas, pelo amor de Deus. A função do blush é dar um ar de saúde, dar a aparencia de bonzeado. A não ser que esteja fantasiada, aí tudo pode.

Vale também lembrar da regrinha básica: se carregar nos olhos não carregue no batom. Se amanheceu com uma vontade tremenda de usar batom vermelho, a grande tendência este ano, pegue leve nos olhos.

         4. Pinceis

Minha mais nova paixão.

Compartilharei dicas que aprendei vendo os tutoriais de maquiagem e com o dia-a-dia:

  • Uma boa maquiagem precisa de pinceis certos
  • O pó rende mais com o pincel para pó do que com a esponjinha. (Comprei um pó e com uma semana já estava aparecendo, no meio, o fundo da emblagem)

Aqui eu mostro 4 pinceis básicos:

1° Pincel para base (exelente para quem tem a pelo oleosa, assim a oleosidade dos dedos não passa pro rosto)

2° Pincel para pó (mas quem preferir pode usar a esponjinha mesmo)

3° Pincel para blush (geralmente os blush vem com os pinceis, mas eu não gosto porque os acho pequenos. Prefiro maiores)

4° Pincel para aplicar a sombra.

Com estes quatro pinceis você já poderá fazer muita make legal.

Foi isso! Espero ter ajudado. para fazer uma maquiagem legal não tem muito segredo.

Bem, depois de mais de um ano resolvi parar de simplemente ler os blogs alheis e voltar a escrever no meu próprio blog.

Tenho lido bastantes blogs legais e com isso descobri uma nova paixão: as maquiagens. Não que eu não me maquiasse antes. Quem me conhece sabe que nos meus momentos de ócio eu pegava minha triste paletinha de algumas cores compradas em loja de 1,99 e fazia testes, mas eu via a maquiagem como algo necessário apenas quando eu ia sair a noite, e tem mais, eu não usava base, pó, corretivo, nem blush, achava que usar blush ia me fazer parecer uma palhaça (embora muitas meninas por aí perdem a noção da quantidade certa e realmente ficam parecendo o palhaço que aparece no filme “Jogos Mortais”).

Mas o meu interesse mais surgiu quando comecei a fazer dança do ventre e tive a curiosidade de procurar no youtube por vídeos com maquiagem de dança do ventre e encontrei a Jana, de quem virei fã de carteirinha. Depois fui vendo outras meninas e vi que não seria difícil começas a me maquiar também, mas será que daria certo?

Minhas makes já não eram mais as de 1,99, mas eram muito básicas: uma sombra preta, uma branca, uma furtacor (não sei se está escrito certo), uma dourada, lápis de olho,  rímel e nada mais! Foi então onde aprendi a primera lição:

* Dá pra fazer maquiagem com pouca coisa, mas é muito limitado.

Fui então comprar o meu maior chodó, minha paleta de 120 cores e aprende minha segunda lição:

* Para uma maquiagem perfeita só uma variedade de cores não basta, é preciso pinceis adequados (tenho alguns, mas não todos os que deveria).

Agora estou comprando aos poucos os produtos que me faltam, mas já comecei a fazer algunas makes que tenho chado bonitas e, embora eu tenha a consciência de que preciso melhorar bastante, eu já ganho elogios por onde passo.

Tem um detalhe: estou tão viciada que quero me maquiar a toda hora.

Estão aí algumas das minhas makes, espero que gostem.

With arms wide open

“Well I just heard the news today
It seems my life is going to change
I close my eyes, begin to pray
Then tears of joy stream down my face”

Sempre gostei muito dessa música porque ela me trás esperança. Poucas músicas do Creed trazem esse sentimento, mas hoje, quando a escuto, não consigo parar de chorar.

Quando “With Arms Wide Open” apareceu na minha vida apareceu também o meu amor. Bati o olho nele e logo vi que daquela vez tudo ia ser diferente, que a minha vida ia mudar. E mudou! Mas hoje não sei se ele ainda está na minha vida e tenho muito medo de me encher de esperanças e não ser nada do que eu estou pensando, então, hoje, resolvi que a cada dia sem notícias ele vai morrer um pouquinho dentro de mim.

Meu Deus como isso dói!!!!! Como dói esperar! Como dói esquecer! Como dói perder as seperanças! Como dói doer!!!!

Eu só queria dormir até a dor passar, mas não posso, tem um concurso chegando e eu tenho que estudar, mas como estudar?! Mas como estudar e não lembrar que até esse concurso fazia parte dos nossos planos, do nosso futuro juntos. Mas com certeza, nesse momento em que estou sofrendo, sem sono, ele ta em casa dormindo, sem lembrar que eu existo, sem sentir minha falta.

Estou perdendo sonhos, um amigo e um amor!

Meu cantinho

Na era do Twitter, a princípio, ficou menos interessante escrever em blog. No Twitter a gente tem pelo menos a falsa impressão que alguém lê o que a gente escreve. Porém aqui sempre será o meu cantinho. Lugar onde posso desabafar e não me preocupar se as pessoas irão ler ou não.

***

Hoje

Que Deus é sábio, ninguém que acredite em Deus duvida, mas olho com cuidado pra minha vida e vejo o quanto ele foi perfeito não deixando eu me apaixonar muitas vezes. Paixonite eu tive várias, mas amar, amar de verdade, penso que só amei duas vezes (ow coisinha complicada).
Aviso logo que o que eu vou escrever aqui não é pra ninguém entender, compreender ou refletir, mas sim um desabafo que não cabe em 140 caracteres.
Hoje eu sinto que amo profundamente alguém que está na minha vida, mas que talvez não me amo da quantidade que eu o amo. É difícil estar na vida de alguém e pensar que se talvez não estivesse não a pessoa não sentiria muito a falta. Em uma bela manhã de domingo a pessoa acordaria e diria: “Valha! Ela não está mais aqui… que horas são? Ainda ta cedo pra eu levantar.”
Claro que aqui eu só estou postando uma parte da história, minha verdade absoluta sob minha ótica egocêntrica. Eu sou feliz com ele! Rimos muitos quando estamos juntos. Penso que isso seja um bom sinal, mas as vezes… deixa pra lá. Eu só queira acordar amanhã e saber que isso foi um pesadelo. Quem sabe acordar cedinho com a mensagem do celular onde diz “Eu te amo”, mas meu lado realista não me deixa sonhar.
O mundo ultimamente tem me incomodado, com isso tenho feito alguma reflexões e uma das que mais me incomoda é o serviço público do nosso país. Você já parou pra pensar no que vem acontecendo de errado e que a culpa também pode ser sua?!

Esse assunto é tão complexo que vou por partes. Hoje amanheci com uma inquietação sobre o assunto Universidades Públicas X Universidades/Faculdades Particulares.

Tenho escutado por diversas vezes que as universidades públicas não prestam, que são cheias de greves, que faltam professores, que professores não dão aula, entre outras coisas. Porém, geralmente, quem faz esse tipo de afirmação nunca estudou numa universidade pública. Esse tipo de afirmação tenho escutado de pessoas que tentaram UECE e UFC por diversas vezes e não passaram, escuto de pessoas com informações equivocadas, pois eu como cria da Universidade Estadual do Ceará vi uma realidade bem diferente.

Estudei na UECE entre os anos de 2001.1 à 2004.2 e tive excelentes professores. Nunca fiquei sem aula por falta de algum e não aproveitei mais do que a universidade poderia me proporcionar porque quando acordei pra isso já estava no final do meu curso, mas é claro que na UECE não eram só flores. Tive professores descomprometidos, mas posso contá-los nos dedos das mãos, em num curso em que tive mais de 40 disciplinas. Estudei com carrascos, anjos e toda a espécie de professor que você imaginar, mas nem assim vi tanta coisa ruim como alguém que nunca estiveram lá vê.

Tínhamos problemas com falta de material, as vezes falta de estrutura física, violência e falta de educação por parte de servidores. No meu período lá nunca passei por uma greve, tá certo, esse é um dos grandes motivos de reclamação, mas GREVE é direito de todo trabalhador e isso não acontece nas instituições particulares, não é pela falta de problemas ou pelo contentamento geral dos que trabalham ali, mas porque esse direito os é suprimido (faça greve e seja demitido).

Vejo dentro da minha casa outra realidade. Minha irmã estuda em uma dessas Instituições particulares, a maior e mais bem conceituada do Estado (e mais cara, diga-se de passagem), e a vejo enfrentando os mesmo problemas que eu. Ela contra professores maravilhosos, comprometidos, competentes, mas também encontra o enrolão, o que gosta de humilhar alunos e a coordenação do curso se comporta do mesmo jeito que a coordenação do meu curso se comportou quando fomos denunciar um professor, fazendo sabe o que? Nada!

Escutei uma vez de um colega de curso a seguinte afirmação: “todo mundo chama isso aqui de bodega, mas todo mundo quer estudar na bodega que eu estudo.”

Porém o capital quer que você acredite que o bom é aquilo que você paga “porque quem paga, manda”, mas não é bem assim. Se você acha que as universidades públicas não prestão, lute, brigue pra que elas sejam melhoradas. Elas são sua, são um direito seu, um direito que está sendo tirado de você. As Universidades Públicas estão passando por um processo de sulcateamento, as verbas não crescem de acordo com as necessidades e com isso as universidades tentam sobreviver buscando rendas da forma que podem. Hoje, fazer um curso de graduação é de graça, porém já existem mestrados onde se paga semestralidade e quase não existem mais cursos de especialização de latus senso que não sejam pagos.

É hora da população acordar e não brigar apenas contra a extinção do bolsa família ou o aumento das passagens de ônibus. É hora de parar de pensar que ter um curso superior é oportunidade só pra elite. É hora de ver que não é porque é público que é de graça, o imposto que você pagar deveria ser destinado pra esse tipo de ação. Acorde!!!!

Essa culpa também é sua.

Posso desabafar?!

Têm tantas coisas acontecendo nesse momento. A minha vida, o mundo, tudo muda com uma velocidade tremenda e eu só queria desabafar, só queria poder dizer a verdade, só queria fazer as pessoas entenderem que ela nem sempre estão certas. Eu também gostaria muito que as pessoa entendessem que com esse jeito avoada eu sou mais esperta do que parece, e que com isso quem pensa que me engana se ferra legal, cai no meu conceito e aos poucos vai perdendo minha amizade, lealdade, meu respeito.

Sabe o que é o mais legal?! É que eu sei de tudo, de tudo que se passa, até das conversar confidenciadas, sussurradas e trancadas nos quartos pelas madrugadas onde ninguém imagina que haveria a menor possibilidade de chegar ao meu ouvido, até isso EU SEI.

Meu namorado fala que não tem graça reparar nos outros quando anda comigo porque eu nunca vejo nada, me chama de lesada. Só que ele também fala que pro que eu deveria ser lesada eu sou esperta até demais, então não se metam com ele porque antes do “pecado” sair do coração e chegar na mente eu já sei e esfolo qualquer uma que se meter com ele. Hehehe. Também não é pra tanto.

Tem muita gente perto de mim que se acha inteligente, mas tão inteligente ao ponto de subestimar a minha inteligência. Parece até que estou cercada de Eintens, Niltons, ou até mesmo do próprio Salomão enquanto eu sou o bobo da corte que está perto de tanta sapiência só pra alegrar o ambiente.

Sabe quando você cansa? Sabe quando se cansa de tanta hipocresia? Sabe quando você quer dizer: “olhe querido(a) eu sei que a história não é assim, que não foi bem desse jeito. Sei que vc é tão mal (má) quanto eu.”

Quase um ano.

Aff! Eu tinha que providenciar logo este post. Daqui a pouco eu faria 1 ano sem postar, mas insentivada pela minha amiga Luiza, que tb resurge do limbo dos blogueiros, estou de volta nesse espaço tão querido, onde posso desabafar sem medo meus anseios, angustias ,alegrias, revoltas e amor.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.